Para a execução mais eficaz das alvenarias, recomendamos alguns procedimentos:

  1. Na ligação de fundação com a alvenaria (principalmente alvenaria de embasamento) seja feita uma impermeabilização a fim de evitar a aparição de umidade;
  2. No assentamento dos blocos a vista e aparente evitar o uso do cal, pois o mesmo causa uma “eflorescência” nas bordas dos blocos e dificulta a fixação da resina ou a pintura. Usar produtos a base de silicato de alumínio ou similar e as argamassas prontas oferecidas no mercado;
  3. No preparo da argamassa no canteiro usar produtos que melhoram sua plasticidade e trabalhabilidade, com a inclusão de vedacit ou outro produto que sirva de plastificante e impermeabilizante, ou similar;
  4. Na execução das juntas fazer os frisos não muito profundos, pois a execução dos frisos profundos causa a infiltração de água e prejudica a ligação entre os blocos fazendo com que a transferência de carga seja prejudicada;
  5. Todas as aberturas que posteriormente sejam executadas como cortes deverão ser feitas com disco próprio para bloco cerâmico e não com o uso de ponteiro ou talhadeira diretamente sem que o corte seja feito, pois isso afeta todo a assentamento dos blocos ao lado da abertura. Também no assentamento todos os blocos devem ser, quando necessário, cortados com uma ferramenta de disco tipo serra mármore ou serra de bancada, nunca usar lixadeira ou esmirilhadeira no corte pôr ser ferramentas muito perigosas para o uso em bloco;
  6. Deverão ser observadas as cargas que atuarão diretamente sobre as alvenarias, pois as mesmas deverão receber um reforço de grautiamento nas partes necessárias para a absorção das cargas que agem diretamente sobre elas. O calculista deverá observar com cuidado estas cargas e dimensioná-las corretamente estas alvenarias passando, se necessário, de alvenaria de fechamento para alvenaria estrutural;
  7. Na abertura para a colocação dos caixilhos, aberturas para ar condicionados e vãos em geral, recomendam a execução de uma pequena faixa de argamassa ou outro material afim de que a mesma sirva como pingadeira, evitando infiltrações que causam o aparecimento de manchas e fungos;
  8. No caso da alvenaria aparente é fundamental o manuseio com cuidado dos blocos na obra a fim de evitar a chamada “quebra de cantos”, causados pôr impactos no manuseio dos mesmos.
 
Dicas sobre produtos para a proteção de blocos cerâmicos:
1. Verniz - não pode ter “ESTIRENO" na composição química, caso contrário, causará esbranquiçamento das partes aplicadas;
2. Silicone - Alta durabilidade - produto da DOW CORNING - DRYSIL -
impermeabiliza por 5 anos;
3.  VIAPOL K 154 - protege o bloco e a argamassa;
4. Umidade - Otto Baumgart - VEDACIL ou AQUELA - evitam passar umidade;
 
OBS: As Juntas têm que ser bem preenchidas sem deixar vazios para entrada de água de chuva, pois isso causa aparições de esbranquiçamento e lodo nos blocos cerâmicos.